Investimentos

Os investimentos são destinados para financiar bens relacionados à atividade agropecuária e utilizados em diversos períodos produtivos como, por exemplo, máquinas, equipamentos, tratores, construção ou reforma de galpões, formação de lavouras perenes e semiperenes, aquisição de animais, dentre outros. As linhas de investimentos são destinadas tanto para o produtor rural pessoa física quanto jurídica.

LINHAS OFERECIDAS

INVESTIMENTO – cana-de-açúcar: a linha é destinada para ser usado na fundação, compreendendo os trabalhos preliminares, o plantio e os tratos subsequentes até a primeira safra (cana-planta).

Além disso, também é usada para renovação de lavouras de cana em áreas antes ocupadas por canaviais com ciclo produtivo esgotado (cana-planta, soca e ressoca), compreendendo todos os gastos necessários até a primeira safra.

-INVESTIMENTO – animais: destinada para adquirir animais para reprodução, cria ou serviço e também para adotar medidas profiláticas e sanitárias em defesa dos rebanhos, além de efetuar a marcação dos animais (desde que respeite as normas legais).

-INVESTIMENTO – máquinas, tratores, equipamentos e implementos agrícolas: é usada para adquirir bens financiáveis como máquinas, tratores, equipamentos e implementos agropecuários, conjunto de irrigação ou aparelhos ligados à agricultura de precisão.

-INVESTIMENTO – veículos: linha usada para adquirir:

>>> caminhões, inclusive frigoríficos, isotérmicos ou graneleiros, desde que comprovado o uso nas atividades agropecuárias do comprador.

>>> Caminhonetes de carga, exceto veículos de cabine dupla, para os produtores que desenvolvam atividades de olericultura e fruticultura.

>>> Motocicletas adequadas às condições rurais, quando for tecnicamente e economicamente recomendável para o desenvolvimento da atividade rural.

INVESTIMENTO – equipamento de energia fotovoltaica: utilizada para adquirir recursos necessários à instalação de sistema de energia fotovoltaica (inversores, placas de captação, serviço de montagem e instalação etc.).

INVESTIMENTO: demais itens financiáveis: destinado para a construção, reforma ou ampliação de benfeitorias e instalações permanentes; além de formação de lavouras permanentes; formação ou recuperação de pastagens; eletrificação e telefonia rural; e proteção, correção e recuperação do solo, inclusive a aquisição, transporte e aplicação dos insumos para estas finalidades.