Preços dos insumos deverão cair

O diretor técnico da Sociedade Nacional de Agricultura (SNA), Marcos Fava Neves, estimou que os preços dos insumos agrícolas deverão cair a partir de junho de 2022.

Essa diminuição, segundo ele, irá depender de alguns fatores como a possível retomada da produção na China, Índia e Leste Europeu; a normalização dos preços do petróleo e dos transportes; a utilização mais eficiente dos insumos (“usar menos, somente onde é preciso”); a adoção de culturas que apliquem uma quantidade menor de fertilizantes, defensivos, etc.; e a opção por fornecedores alternativos.

Além disso, o especialista acredita que poderá haver “uma explosão do uso de produtos biológicos”, em substituição aos insumos, e que o preço dos grãos deverá cair na megassafra brasileira, e também na Argentina.

Fava disse ainda que é preciso analisar o comportamento do câmbio e o desempenho das compras, sobretudo em relação a cooperativas, revendas e produtores. “É importante observar as relações de troca e não ficar descoberto”, enfatizou o diretor da SNA.

A escalada de preços dos insumos foi a principal responsável pelo aumento dos custos de produção da agropecuária em 2021, após o valor de alguns fertilizantes e defensivos acumular altas que superam 100% no ano até setembro. 

Fonte: Site Agrolink | Data da publicação: 17/12/2021

Deixe uma resposta