Pesquisa destaca que produção brasileira de café em 2022 é de 1,82 milhão de hectares

A Secretaria de Política Agrícola (SPA), do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), em conjunto com o Levantamento da Safra de Café, da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgou que a produção dos Cafés do Brasil, inicialmente estimada para a safra de 2022, foi calculada em 55,74 milhões de sacas de 60 kg, das quais 38,78 milhões de sacas são de café da espécie Coffea arabica e 16,96 milhões de sacas de Coffea canephora (robusta e conilon).

Em relação às áreas em produção, os cafés arábica ocupam atualmente o equivalente a 1,43 milhão de hectares, enquanto que os canéforas estão em 389,19 mil hectares, o que corresponde, respectivamente, a 79% e 21% da área em produção da cafeicultura brasileira, que é de 1,82 milhão de hectares.

Em relação à safra 2021, cuja área em produção cafeeira foi de 1,8 milhão de hectares, a deste ano em curso representa um aumento de apenas 0,6%. Neste mesmo sentido, a produtividade aumentou de 26,4 sacas por hectare, para 30,6 sacas por hectare em 2022, o que representa acréscimo de 16,1%. Especificamente em relação ao café arábica, a produtividade aumentou de 21,9 sacas por hectare, para 27,1 sacas por hectare (23,6%); e os cafés da espécie canéfora tiveram um ligeiro incremento de 0,4%, haja vista que passaram de 43,4 sacas por hectare para 43,6 sacas por hectare.

No contexto da produção mundial de café, a qual foi estimada em 168,9 milhões de sacas de 60 kg para o ano-cafeeiro 2020/2021, a produção de arábica foi calculada em 99,3 milhões de sacas, volume que corresponde a 59% da produção mundial. Complementando, constata-se que a produção de canéfora, de 69,6 milhões de sacas, equivale a 41% da safra do planeta.

O relatório completo está disponível no site.

Fonte: Site Café Point | Data da publicação: 23/02/2022

Deixe uma resposta