Custo de produção do milho sobe pelo 8º mês seguido no MT impactado relação de troca e avanço das negociações

O Imea (Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária) divulgou relatório apontando que o custo do milho para a safra 2021/22 subiu 2,09% ao longo do mês de agosto, a oitava alta consecutiva desde janeiro/21.

Entre os fatores apontados como responsáveis por esta elevação no custeio estão a alta no preço dos insumos, principalmente fertilizantes, e alta de 1,84% no dólar (de julho/21 a agosto/21).

Tudo isso impactou na desaceleração na comercialização do cereal no estado. A safra 21/22 teve o início das negociações mais adiantado entre as últimas safras, influenciado pela relação de troca favorável no início do ciclo. Porém, foi perdendo força com a RT ficando desfavorável para o produtor no decorrer da temporada.

“Assim, foi observado pelo Imea que os cerealistas estão mais cautelosos em suas negociações, aguardando uma melhor oportunidade para travar as suas compras de insumos para o cereal”, aponta a publicação.

relação de troca milho no mato grosso agosto 21 imea

Fonte: Site Notícias Agrícolas | Data da publicação: 21/09/2021

Deixe uma resposta