Coopercitrus recupera 52 minas e nascentes através do projeto Olho D’Água

A Cooperativa de Produtores Rurais (Coopercitrus), em parceria com a Nortox, desenvolveu o Projeto Olho D’Água e recuperou 52 minas e nascentes de propriedades rurais no estado de São Paulo nos seis primeiros meses de 2021.

Essas minas representam a vazão de 814.172 mil litros de água por dia, suficiente para abastecer sete mil pessoas ou para a irrigação de 33 hectares de café, por exemplo.

“A água é o principal insumo do agronegócio. No momento em que a gente está vivendo, contar com uma maior disponibilidade de água é contribuir com a preservação do meio ambiente, com a sanidade dos animais e com a irrigação da lavoura. O projeto está deixando nossos cooperados satisfeitos e está alinhado com nosso propósito”, avalia o coordenador ambiental da Coopercitrus, Álvaro de Azevedo.

O Projeto Olho D’Água tem como objetivo fortalecer as políticas de sustentabilidade dentro das propriedades rurais, contribuindo com o aumento da disponibilidade de água e da biodiversidade, reduzindo assim o risco de assoreamento e desertificação.

Desde o início do projeto, em 2019, até o final de 2020, foram recuperadas 63 nascentes, contribuindo com aumento da capacidade hídrica para cerca de 1,6 milhão de litros de água por dia, quase mil vezes mais do que a disponibilidade de água às propriedades rurais e comunidades do entorno.

A iniciativa funciona da seguinte forma: a Nortox atua com a estrutura do Olho D’Água e a Coopercitrus garante atribuição da recuperação de nascentes aos produtores rurais, com assistência e a articulação. O serviço e a consultoria são gratuitos aos cooperados, sendo que o produtor fica responsável por disponibilizar mão de obra e materiais para as obras necessárias na recuperação das minas.

Álvaro explica que as minas são localizadas e restauradas, retirando os detritos que entopem ou escondem a saída d’água. Com isso, a vazão aumenta e deságua em corpos de água, como represas, lagos ou córregos para abastecer a propriedade rural e as cidades no entorno.

Combo sustentável

Associado ao projeto de recuperação de minas, a Fundação Coopercitrus Credicitrus conta ainda com o projeto CooperSemear, que presta apoio técnico para reflorestamento de áreas de reserva legal e Áreas de Preservação Permanentes (APPs).

O programa elabora projeto com base na necessidade de cada produtor, a partir da realização de diagnóstico com base em documentação cadastral e visita presencial nas propriedades rurais. As mudas são disponibilizadas gratuitamente pelo viveiro da Fundação Coopercitrus Credicitrus e o cooperado fica responsável pela mão de obra de plantio e eventuais adequações. “Quando recuperamos uma nascente, a vegetação no entorno é fundamental para preservar a vazão de água e o cumprimento das legislações ambientais”, explica Álvaro.

Fonte: Site Café Point | Data da publicação: 02/08/2021

Deixe uma resposta