Coopercitrus fatura R$ 8 BI e cresce 35% em 2021

A Coopercitrus — Cooperativa de Produtores Rurais, registrou recorde no faturamento de 2021, chegando a R$ 8 bilhões, com crescimento de 35% frente aos R$ 5.929 bilhões registrados em 2020. O patrimônio líquido totalizou R$1,5 bilhão, com acréscimo de 14,5% sobre o total do exercício anterior. Os resultados foram apresentados durante a Assembleia Geral Ordinária, realizada na manhã de quarta-feira, 30, em Bebedouro, reunindo cooperados e dirigentes.

O faturamento de 2021 no setor de insumos atingiu 43% em relação a 2020. As vendas de defensivos aumentaram 23% e o faturamento do solo cresceu 73%. Com adubos foliares, a evolução foi de 32%. No ramo de saúde e nutrição animal, o aumento foi de 25%. No de sementes, superior a 64%.

O CEO da Coopercitrus, Fernando Degobbi, destaca que esse crescimento é resultado de um atendimento totalmente integrado. “Minha convicção é que só haverá sustentabilidade no agro com o uso de tecnologia e da inovação. E isso só é possível quando estamos próximos dos cooperados e compreendendo suas demandas. Nós sabemos que o produtor precisa de presença no campo, por isso, continuamos investindo em assistência de técnicos e especialistas. Nosso objetivo é entender, estar próximo e encontrar soluções para contribuir com a jornada de valor do agro”.

Só em 2021, foram 270 mil atendimentos aos cooperados nas unidades de negócios em São Paulo, Minas Gerais e Goiás, com a comercialização de insumos, máquinas e tecnologias agrícolas, na prestação de serviços agropecuários e de agricultura de precisão.

Nova Diretoria – Durante a Assembleia foi realizada eleição da nova diretoria da Coopercitrus. Matheus Marino assumiu a presidência do Conselho Administrativo e José Geraldo da Silveira Mello, foi eleito vice-presidente.

José Vicente da Silva, ex-presidente da cooperativa, passou a integrar o quadro de conselho consultivo. Ele agradeceu a confiança durante seus anos à frente da cooperativa: “Agora passamos para uma nova fase: a consolidação de todo o nosso crescimento. Em 12 anos, a Coopercitrus saltou de um faturamento de R$ 700 milhões para a projeção de R$ 10 bilhões em 2022. Chegamos a esse faturamento graças às nossas estratégias de preservar nosso patrimônio, diversificar nosso portfólio de produtos e intensificar a prestação de serviços aos cooperados. Agora, a Cooperativa irá voar cada vez mais alto”.

O novo presidente do Conselho, Matheus Marino, destaca o êxito no processo da sucessão da diretoria. “Não é apenas uma troca, vamos continuar contando com quem fez e faz história dentro da cooperativa para atendermos às demandas deste novo agro. Essa sucessão é, acima de tudo, uma continuidade, o alinhamento constante das nossas estratégias para oferecer ao cooperado o que ele realmente precisa”.

O novo vice-presidente do Conselho, José Geraldo da Silveira Mello, falou sobre unir experiência e inovação para continuar crescendo: “Ao longo desses 43 anos como colaborador na Coopercitrus eu construí uma relação de confiança e comprometimento com os cooperados e fornecedores. Ao unir minhas forças com o Matheus, formamos uma parceria que foca nos resultados, preservando nossos valores”.

Plano de expansão para 2022 — Ao longo de 2022, a Cooperativa irá inaugurar 10 novas unidades de negócios, entre os estados de São Paulo, Minas Gerais e Goiás. Com investimentos na ordem de R$ 50 milhões em unidades de fornecimento de insumos e equipamentos, na ampliação do conceito Campo Digital e uma nova fábrica de ração. A previsão é ter a contratação de mais de 200 profissionais especializados.

Crescimento sustentável – A cooperativa publicou o Relatório de Sustentabilidade de acordo com as normas GRI, para apresentar e mensurar os impactos de suas ações junto aos cooperados e sociedade em seu entorno.

Em sua estratégia de sustentabilidade, a cooperativa tem intensificado sua atuação dentro dos conceitos ESG (ambiental, social e de governança). Entre os destaques estão as ações da Fundação Coopercitrus Credicitrus, que desenvolve projetos nas áreas de educação, pesquisa e meio ambiente.

No último ano a Coopercitrus recuperou cerca de 200 minas de água assoreadas em propriedades rurais, através da Fundação, além de realizar o plantio de 35 mil mudas de árvores nativas em propriedades rurais.

Em parceria com o Centro Paula Souza, iniciou-se o curso superior de Big Data para o Agronegócio pela FATEC e o curso de Técnico em Agronegócio, pela Etec, proporcionando formação profissionalizante gratuita e de qualidade para cooperados, filhos de cooperados e toda a comunidade.

Fonte: Site Notícias Agrícolas | Data da publicação: 31/03/2022

Deixe uma resposta