CITROS/CEPEA: Com safra limitada, estoques de suco podem se reduzir em até 46% em 21/22

A nova estimativa para a safra 2021/22 de laranja do cinturão citrícola (São Paulo e Triângulo Mineiro) foi revisada para baixo pelo Fundecitrus (Fundo de Defesa da Citricultura), totalizando 267,87 milhões de caixas.

Neste cenário, o volume de frutas destinado à moagem, consequentemente, deve ser menor. A CitrusBR (Associação Nacional dos Exportadores de Sucos Cítricos) divulgou na última quinta-feira, 16, que o estoque brasileiro deve ficar, em junho de 2022, entre 170 e 190 mil toneladas de suco de laranja em equivalente concentrado, representando queda de 40 a 46% em comparação ao registrado em junho de 2021.

A estimativa está em linha com o projetado pelo Hortifruti/Cepea e considera que as fábricas devem absorver cerca de 228 milhões de caixas de 40,8 kg de laranja nesta temporada, enquanto as vendas de suco podem ser próximas de um milhão de toneladas. É importante lembrar que este cenário de estoques abaixo do patamar estratégico deve ocorrer, mesmo considerando-se um melhor rendimento industrial, o que normalmente acontece em anos de poucas chuvas.

Este fator, por sua vez, tornará necessária uma alta produção de laranja na temporada 2022/23 (acima de 330 milhões de caixas) para que haja recomposição, ainda que parcial, dos estoques de passagem, sem riscos de desabastecimento global. Todo esse contexto, por sua vez, pode favorecer os preços recebidos por produtores.

Fonte: Site HF Brasil | Data da publicação: 20/09/2021

Deixe uma resposta