Cafeicultores já podem fazer o financiamento do Funcafé

Plantação café

Os cafeicultores já podem acessar as linhas de financiamentos do Funcafé (Fundo de Defesa da Economia Cafeeira) de acordo com informações do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA). Os recursos podem ser usados na lavoura, armazenagem, comercialização e aquisição de produtos, recuperação de cafezais danificados por fenômenos climáticos, entre outros. 

Produtores podem pedir o financiamento em 12 instituições financeiras, entre elas estão o Banco Ribeirão Preto, Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) Banco Inter, Bradesco e Cooperativas de Crédito. Ao todo são R$ 6,058 bilhões no Fundo para a Safra 2022/2023. 

Os recursos disponíveis estão distribuídos da seguinte maneira: crédito de custeio, crédito de comercialização, financiamento para aquisição de café, crédito de capital de giro para indústrias de café solúvel e de torrefação de café e para cooperativa de produção. As taxas de juros do Funcafé estão limitadas em 11 % para essa safra. 

O Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) foi criado pelo Decreto-Lei n° 2.295/86 e regulamentado pelo Decreto n° 94.874/87, como parte do ajuste da política cafeeira frente ao processo de democratização e reforma administrativa do Estado Brasileiro.

Fonte: Site Agrolink | Data da publicação: 01/08/2022

Deixe uma resposta