Agronegócio brasileiro dispara em 2022

O agronegócio brasileiro registrou saldo positivo de US$ 9,3 bilhões na balança comercial em fevereiro de 2022, de acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Crescimento é de 78,8% em relação aos valores de fevereiro de 2021 e 20,8% frente ao mês anterior, janeiro de 2022.

De acordo com o relatório, as exportações do setor fecharam fevereiro em US$ 10,5 bilhões, com aumento de 64,5% na comparação com mês do ano passado, e o valor das importações foi de US$ 1,2 bilhão, com aumento de 2,0% frente a igual mês do ano anterior.

“Os resultados acumulados em doze meses se mostraram ainda mais expressivos. O valor das exportações do agronegócio teve alta de 27,1% ante igual período do ano anterior e o valor das importações de 8,0%, contribuindo para a alta de 30,1% no saldo da balança comercial do setor, o que corresponde a US$ 113,6 bilhões neste período”, aponta o Ipea.

O aumento das exportações no mês de fevereiro é justificada em parte, explica o órgão oficial, devido à “forte elevação dos preços internacionais das principais commodities da pauta exportadora brasileira. O preço internacional da soja e do milho estão próximos das máximas históricas. Como resultado, em fevereiro, o valor mensal das exportações ficou acima do registrado em qualquer mês de 2019 e 2020”.

Um dos destaques fica por conta da carne bovina, cuja demanda aquecida deve contribuir para a manutenção dos altos valores das exportações desse produto em 2022. O café também apresentou crescimento das quantidades exportadas, após quedas mensais seguidas entre julho de 2021 e janeiro de 2022.

“Além da alta em valor na maior parte das commodities exportadas, dez dos quinze produtos acompanhados pelo Grupo de Conjuntura da Dimac também apresentaram alta na quantidade exportada. A principal contribuição para o desempenho de fevereiro vem do complexo da soja e da carne bovina, com as maiores variações em relação a fevereiro de 2021: soja em grãos (137,0%), farelo de soja (52,8%), óleo de soja (30,0%) e carne bovina (42,0%)”, conclui o Ipea.

Assim como as exportações, as importações do agronegócio em fevereiro também apresentaram alta, com crescimento de 2,0%. O destaque foi o trigo, principal produto da pauta, com crescimento de 10,9% em quantidade e 26,5% em valor.

Fonte: Site Agrolink | Data da publicação: 23/03/2022

Deixe uma resposta